5 dicas para guardar relíquias de família com segurança

A memória humana possui várias facetas. Além de recordações mentais, também podemos nos lembrar de acontecimentos e pessoas por meio de fotos, cartas, utensílios, joias, heranças, dentre outros materiais que carregam história.

Gostamos de guardar memórias e esses objetos se tornam verdadeiras relíquias, que nem sempre possuem um valor monetário, mas com certeza trazem muito significado sentimental, principalmente para a família. Porém, nem sempre temos espaço o suficiente para todas essas lembranças. Ou pior, não sabemos como guardar nas condições ideias para preservar os objetos com segurança e durabilidade.

Se você está com essa dúvida, fica tranquilo! Vamos te dar algumas dicas para guardar as suas relíquias em segurança e não ficar com receio de perdê-las com o passar do tempo. Segue na leitura!

5 dicas para guardar as relíquias da família com segurança

  1. Reserve um cômodo para suas relíquias

Nada melhor que ter um espaço já reservado para os seus souvenires. Essa é uma boa dica para quem gosta muito de guardar mimos, possibilitando mais organização e praticidade na hora de procurar alguma coisa.

Já que você terá todo esse espaço apenas para isso, pode sistematizar o armazenamento, criando pastas e gavetas organizadas de acordo com a lembrança, seja por nome, por parte da família, por ano ou década, por exemplo. Com a decoração certa, esse aposento pode se tornar uma ótima sala de visitas ou de reuniões, como um “minimuseu” em casa!

  1. Incorpore algumas relíquias na decoração da sua casa

Por falar em decorar, que tal incorporar suas relíquias na ornamentação da casa? Peças mais antigas trazem um ar clássico a diversos espaços, e os deixa mais charmosos e acolhedores.

Além disso, é uma saída interessante para mantê-los ao alcance da vista, evitando o risco do ostracismo e trazendo uma espécie de memória sentimental à sua casa e aos seus cômodos. Pode ter certeza que as visitas vão perguntar sobre objeto, e quem já conhece, vai se sentir acolhido com a história que ele traz!

  1. Guarde em um espaço seguro e especializado, como um self storage

O self storage é uma solução de armazenagem muito útil para guardar objetos de coleção permanentemente ou enquanto organiza outros espaços destinados a eles. Por contar com mais segurança, como câmeras e chaves de acesso, é um local onde só você terá acesso, apoiado por equipes de funcionários que são treinados para te ajudar.

A vantagem dessa funcionalidade é o profissionalismo e a especialização, pois, dessa forma, seus bens valiosos estarão mais seguros e preservados. Muitos espaços contam, inclusive, com climatizadores especiais, evitando o contato das suas relíquias com interferências externas, como variações de temperaturas e impurezas. É uma excelente opção para quem não tem espaço suficiente e quer manter seus itens raros em mãos mais preparadas.

  1. Organize os objetos esporadicamente

Uma boa dica é tentar organizar esses objetos com uma certa frequência. Assim, você pode selecionar melhor o que quer guardar, já que algumas lembranças podem mudar de figura com o passar do tempo. Fazendo essa organização, por exemplo, uma vez por ano, você pensa melhor no que é relevante ou não conservar, evitando a ocupação de espaços sem necessidade.

  1. Deixe suas relíquias em um lugar limpo, livre de sol e umidade

A limpeza é uma necessidade essencial para que as suas relíquias não se danifiquem com o passar do tempo. Locais livres de sujeira ajudam na conservação dos materiais, impedindo de danificar, estragar ou propagar fungos, por exemplo. Além disso, é interessante também mantê-las longe da luz solar e da umidade, ainda mais se forem cartas, fotos ou objetos que possam rasgar e mofar.

Gostou das dicas? Então aproveite para ler também nosso post sobre como conservar suas coleções de insetos e umidade!

 


Artigo publicado originalmente em 18/11/2016 às 14:20 e editado e atualizado em 09/09/2020 às 10:30.